quinta-feira, 29 de novembro de 2007

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

:p

video

Enganado!!!! :p
Ai oh pá!!!

Condomínio

Ai óh pá!

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

"Feiticeira"

Ó meu amor,
minha linda feiticeira,
Eu daria a vida inteira
Por um só beijo dos teus.
Por teu amor,
A minha vida anda louca,
Para beber da tua boca,
Um beijo de eterno adeus.

Ó meu amor,

Sonho lindo este que eu tive
A única esperança que vive
Em meu peito a soluçar.
Por teu amor

Eu morria de desejo
Deste-me a vida num beijo
Eu vivi p´ra te beijar.

A lembrança de que esta data marcaria dois anos...

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

E uma visita???? :D

Sim quero uma visita... Sei que o cartaz podia ser melhor mas...

Quinta - Leonel Nunes
Sexta - Tunas e Arraial
Sabádo - Anjos (lolol eu não comento esta escolha)

Nem a porra do cartaz encontrei na net!! Grrrr...
Ai oh pá!!

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Urinol

Interrogo-me se algum "macho" usaria um destes estando o do lado ocupado...
Ai óh pá!

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Atenção: vaca muito louca!





lolo já que estamos numa de animação...lolo carreguem no play e ouçam a diferença entre uma vaca normal e uma muito doida!!! lolo Isto de comer erva tem que se lhe diga...
Ai oh pá!

Lolol

video
Quando vi este vídeo parti-me a rir...
(Pode ter o seu quê de parvoíce mas que tem piada tem!! A forma como o tipo se ri tá demais!)

Ai oh pá!!!

domingo, 18 de novembro de 2007

Um presente para a namorada

Um rapaz de visita a Paris comprou umas luvas, mas a empregada enganou-se e ao embrulhá-las colocou lá umas cuecas!A familia da rapariga, ainda virgem, era muito conservadora! Imaginem os resultados da carta que o rapaz enviou...

"Querida,
Sabendo que hoje é o dia dos namorados, resolvi mandar-te este presentinho.
Embora eu saiba que tu não costumas usar (pelo menos nunca te vi com umas), acho que vais gostar da cor e do modelo, pois a empregada da loja experimentou, e pelo que vi, ficou óptima.Apesar de um pouco largas na frente, ela disse que é melhor assim do que muito apertadas, pois a mão entra melhor e os dedos podem movimentar-se à vontade. Depois de usá-las é bom virar do avesso e colocar um pouco de pó talco para evitar aquele odor desagradável.Espero que gostes, pois vai cobrir aquilo que um dia te irei pedir, além de proteger o local em que colocarei aquilo que tu tanto sonhas.
Um beijo (no lugar onde as irás usar)
P.S. - Não esperes pelo meu regresso para as estreares. Quero que todos os meus amigos te vejam com elas. E depois esfrega na cara daquelas tuas amigas invejosas, pois eu nunca vi nenhuma delas com umas."

A malvada da empregada da loja!!! lol
Ai oh pá!

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Dedução Empírica

O João estava a cortar a relva do jardim quando repara num novo vizinho a mudar-se para a casa do lado. Curioso aproxima-se dele e após as apresentações da praxe, Miguel, o novo vizinho, diz-lhe que é Professor de Dedução Empírica.
João - Dedução Empírica?! Que é isso?
Miguel - Bem, deixe-me dar-lhe um exemplo... Estou a ver que tem uma casota para cães. Deduzo que tenha um cão. Se tem um cão é provável que tenha filhos. Se tem filhos é mais que normal que tenha esposa. Se tem esposa sou forçado a deduzir que é heterossexual.
João - Isso é muito fixe!
Separam-se e João vai conversar com o outro vizinho, Zé, que também tinha reparado na mudança para a casa ao lado.
Zé - Novo vizinho... Que faz ele?
João - É Professor de Dedução Empírica.
Zé - Dedução Empírica?! Que é isso?!
João - Deixa dar-te um exemplo. Tens um cão?
Zé - Não.
João - És Paneleiro.

Dedução estranha!!!!
Ai oh pá!!!

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Desabafo








A televisão é a maior maravilha da ciência a serviço da imbecilidade humana.

Ai óh pá!




Porque é importante

video

Muitos acidentes podem ser evitados! E eles adoram!

Ai óh pá!

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Qual a melhor banda sonora??

video
Tá demais!!!!!! lol
Ai oh pá!!!

domingo, 11 de novembro de 2007

O que eu encontro...

Ai oh pá!!!

sábado, 10 de novembro de 2007

Os benefícios do tabaco

"Viver sem fumar é como escrever sem pontuação. Pelo menos, para mim. A pequena cerimónia de acender um cigarro marca um "tempo": o princípio do dia, o princípio do trabalho, cada intervalo ou cada distracção, o alívio (ou o prazer) de acabar qualquer coisa, o almoço (quando almoço), o jantar (quando janto), o fim do dia, antes de fechar a luz, como um ponto parágrafo. O cigarro divide, acentua, encoraja, consola. Abre e fecha. É uma estação e uma recapitulação. "Já cheguei aqui. Falta ainda isto, isto e aquilo". Nas poucas vezes que tentei não fumar, tinha um sentimento de desordem, de arbitrariedade, de não saber passar de uma frase a outra ou de um capítulo ao capítulo seguinte. Os fumadores, se repararem bem, não fumam ao acaso; fumam com ritmo.
O cigarro também é uma companhia. Sobretudo para quem trabalha sozinho. A maior parte das pessoas vai falando, pouco ou muito, durante o trabalho. Por necessidade ou por gozo próprio. Do "serviço" à intriga, há milhares de oportunidades para o grande e simpático exercício de conhecer o próximo: para gostar dele ou para o detestar, para o observar, o comentar ou o intrigar. De porta fechada, à frente de um computador ou de um livro, não há nada à volta. Aí o cigarro ajuda. É um fiel amigo: a pausa que torna o resto tolerável. E que, além disso, recompensa uma boa ideia ou manifesta o entusiasmo ou a execração pelo que se leu. Com quem se pode conversar senão com o cigarro? De certa maneira, o cigarro substitui a humanidade; e não me obriguem a fazer analogias. Mas, principalmente, fumar serve para pensar. Quando, a ler ou a escrever, paro a meio de uma página, porque me perdi num argumento ou não consigo imaginar como se continua, pego num cigarro e penso. Não me levanto, não me agito, não abro a boca, não me distraio. Fumo e procuro com paciência a asneira. O cigarro concentra e acalma. Restabelece, por assim dizer, a normalidade.
E este efeito "normalizador" é com certeza uma das suas maiores virtudes. Não comecei a fumar para ser adulto ou "viril". Comecei a fumar porque sou horrorosamente tímido e porque o cigarro é com certeza a maior defesa dos tímidos. Primeiro, porque ocupa as mãos e simula um arzinho de à-vontade. E, segundo, porque esconde e protege ou cria a ilusão de que esconde e protege. Por detrás de um cigarro, o mundo parece mais seguro. Mesmo se andam por aí a garantir que não."

Vasco Pulido Valente, in Público - 28.06.2007

Encontrei este texto num perfil da página Hi5!!! Deixei-o aqui porque fiquei deliciada com estas palavras... Pela forma bela que este senhor retrata um acto simples que para muitos é um prazer e para outros uma tortura! Ai oh pá!

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

E como não há duas sem três...


Afinal eles pensam em mais coisas! eheh
Ai óh pá!

Continuando...

...A temática homens... Lol

Ai oh pá!!!

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

O Cérebro do Homem

Aqui está a prova de que o homem só tem sexo na cabeça... falta saber é se está em condições de o praticar ..lol

Ps: Não tenho culpa se me mandam isto para o mail...lolo o giro da questão é que foi um homem. A brincar a brincar... dizem-se muitas verdades....lolo
Ai oh pá!

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Calinadas nos Tribunais

Pergunta: Qual é a data do seu nascimento?
Resposta: 15 de Julho.
P: Que ano?
R: Todo ano.

P: Essa doença, a miastenia gravis, afecta sua memória?

R: Sim.
P: E de que modo ela afecta a sua memória?
R: Eu esqueço as coisas.
P: Você esquece... Pode nos dar um exemplo de algo que você tenha esquecido?

P: Que idade tem seu filho?
R: 38 ou 35, não me lembro.
P: Há quanto tempo ele mora consigo?
R: Há 45 anos.

P: Qual foi a primeira coisa que seu marido disse quando acordou naquela manhã?
R: Ele disse, "Onde estou, Joana?"
P: E por que você se aborreceu?
R: Meu nome é Maria.

P: Diga-me, doutor... não é verdade que, ao morrer no sono, a pessoa só saberá que morreu na manhã seguinte?

P: Seu filho mais novo, o de 20 anos...
R: Sim.
P: Que idade ele tem?

P: Sobre esta foto sua... o senhor estava presente quando ela foi tirada?

P: Então, a data de concepção do seu bebé foi 08 de Agosto?
R: Sim, foi.
P: E o que estava a fazer nesse dia?

P: Ela tinha 3 filhos, certo?
R: Certo.
P: Quantos eram meninos?
R: Nenhum.
P: E quantas eram meninas?

P: Sr. António, por que acabou seu primeiro casamento?
R: Por morte do cônjuge.
P: E por morte de que cônjuge ele acabou?

P: Poderia descrever o suspeito?
R: Ele tinha estatura mediana e usava barba.
P: E era um homem ou uma mulher?

P: Doutor, quantas autópsias o senhor já realizou em pessoas mortas?
R: Todas as autópsias que fiz foi em pessoas mortas...

P: Aqui na corte, para cada pergunta que eu lhe fizer, sua resposta deve ser oral, ok? Que escola você frequenta?
R: Oral.

P: Doutor, o senhor se lembra da hora em que começou a examinar o corpo da vítima?
R: Sim, a autópsia começou às 20:30.
P: E o sr. Dennis já estava morto a essa hora?
R: Não... Ele estava sentado na maca, perguntando porque lhe estava eu a fazer uma autópsia.

P: O senhor está qualificado para nos fornecer uma amostra de urina?

P: Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor verificou o pulso da vítima?
R: Não.
P: O senhor verificou a pressão arterial?
R: Não.
P: O senhor verificou a respiração?
R: Não.
P: Então, é possível que a vítima estivesse viva quando a autópsia começou?
R: Não.
P: Como o senhor pode ter essa certeza?
R: Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa.
P: Mas ele poderia estar vivo mesmo assim?
R: Sim, é possível que ele estivesse vivo e a exercer Direito em algum lugar!


Retiradas do livro: "Desordem no Tribunal"
Ai óh pá!

Protesto...

Se anda toda a gente com ideias de fazer um protesto ou já esteve presente num... Porque é que eles não haveriam de ter o mesmo direito??? lol

Ai oh pá!!!

domingo, 4 de novembro de 2007

Parabéns Sónia!

Olha quem eu mandei para te dar os Parabéns :P
Agora não sejas invejosa e vê lá se divides eheheh
Ai óh pá!

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Como ficamos????

Ota ou Alcochete??? Sei que a diferença entre os dois projectos é pequena (3 milhões de euros... o que é isso para o nosso Governo) mas já se decidiam!!!! Dar ouvidos a um investimento de louco do Governo ou ceder às pressões, não declaradas, dos senhores industriais!!

Alterar a localização do novo aeroporto de Lisboa e o traçado da Alta Velocidade (AV) ferroviária pode ser uma decisão politicamente difícil, mas é preferível fazê-lo agora do que tentar inverter no futuro situações mal planeadas, defendeu ontem o responsável pelas acessibilidades do estudo da Confederação da Indústria Portuguesa (CIP).
"É difícil inverter decisões, mas poupa-se dinheiro e ganha-se coerência", disse José Manuel Viegas, sublinhando que "uma infra-estrutura que se faz de 50 em 50 anos é de tal maneira vital" que não pode deixar de se ponderar todos os factores. Viegas falava na apresentação do estudo da CIP, que aponta para uma poupança de três mil milhões de euros se o aeroporto ficar em Alcochete em vez da Ota, mas propõe todo um novo traçado da AV face ao projectado pelo Governo.

Já agora...

Antestreia esta quarta-feira no Freeport, em Alcochete
O filme "Corrupção" tem hoje à noite antestreia nos cinemas Freeport, em Alcochete. É uma longa-metragem baseada no livro "Eu, Carolina", de Carolina Salgado, e chega às salas envolto em polémica. Esta noite, antes da exibição, há um espectáculo de Pedro Abrunhosa.

Quem está interessado em ver??

Ai oh pá!!